top of page
  • Foto do escritorNathalia Morgana

A diferença entre Yoga e exercícios físicos

Muitas pessoas são atraídas pelo Yoga porque ele pode ser praticado como exercício; e como resultado, traz consigo todos os benefícios do exercício. Mas, na realidade, Yoga e exercício físico são diferentes de três maneiras fundamentais:


1- Trabalho externo e interno

Durante o exercício, aspiramos aumentar nossa frequência cardíaca, levantar pesos mais pesados ​​e assim por diante. O objetivo é produzir “estresse benéfico” no corpo. Como resultado, no final do nosso treino, o corpo relaxa: nossa frequência cardíaca em repouso diminui, a pressão arterial diminui e somos capazes de dormir melhor. Durante o Yoga, aspiramos manter a calma e a paz durante toda a prática. Mesmo durante posturas desafiadoras, continuamos a respirar profundamente para manter a postura por mais tempo. Assim, em vez de trabalhar a parte externa do nosso ser (o físico), trabalhamos nosso estado interno, aprofundando nosso foco a cada postura. Isso permite que o corpo relaxe ainda mais profundamente.


2- Papel da respiração

Durante o exercício, usamos a respiração para tornar nossos movimentos mais eficientes; durante o Yoga, usamos movimentos para tornar nossa respiração mais eficiente. A respiração tem a capacidade única de revitalizar o corpo (respiramos fundo quando estamos cansados ​​ou prestes a fazer algo fisicamente exigente) e acalmar a mente (respiramos fundo quando estamos em pânico, por exemplo).


Os Yogis perceberam há muito tempo que um fluxo harmonioso de respiração era a chave para uma boa saúde e bem-estar mental. É por isso que o Yoga tem uma gama tão ampla de benefícios.


3- Transcendência do corpo

No exercício, trabalhamos com o corpo físico com o objetivo de torná-lo mais forte, correr mais rápido, levantar pesos mais pesados, etc. No Yoga, trabalhamos com o corpo físico para transcendê-lo. Como Patanjali coloca nos Yoga Sutras: Reduzindo a tendência natural de uma pessoa para a inquietação e visualizando o infinito, a verdadeira postura é adquirida. (2:47)


Dicas para aprofundar sua prática de Yoga:

  • Em vez de fazer suas posturas de Yoga como um exercício, tente “relaxar o esforço”. Aspire a fazer a postura profundamente, mas nunca ao ponto de ultrapassar seu limite ou gerar tensão. Tente fazer as posturas difíceis, mas faça-as com calma e confiança. Você notará que depois de algumas posturas, o corpo e a mente ficam relaxados e você terá maior resistência.

  • Mantenha a respiração harmoniosa – ou seja, a inspiração deve ter a mesma duração da expiração. Você nem sempre será capaz de respirar profundamente, mas sempre poderá respirar harmoniosamente. Você notará que, quando feito dessa maneira, os efeitos de sua prática de Yoga durarão o dia inteiro.

  • Depois de entrar na postura, pare de tentar fazer a postura e simplesmente fique na postura. Vá além do corpo físico e sinta a postura em seu coração. As afirmações são uma maneira maravilhosa de sintonizar esse sentimento. Ao transcender seu corpo dessa maneira, você poderá acessar estados mais elevados de consciência.

64 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page