top of page
  • Foto do escritorNathalia Morgana

Como o café me ajudou a entender a Meditação

Atualizado: 15 de fev. de 2021

Para aqueles me conhecem de forma mais íntima sabe que eu sou uma apaixonada (para não dizer viciada) em café. Um dos meus programas preferidos é sair por aí descobrindo novas cafeterias e experimentar novos cafés. Até tive uma coluna em uma revista digital onde escrevia sobre café.



Também sou uma amante de vinho. E, para degustar esses dois tipos de bebida você precisa treinar seu paladar, olfato e visão para identificar as notas aromáticas, grau de acidez, doçura, tipo do grão, teor alcoólico no caso do vinho, tipo de uva, perceber a cor da bebida, a cor da crema no caso do café, etc. Para conseguir perceber todas essas características você precisa estar focada em um único fenômeno no momento presente: que é a bebida.


O que tudo isso tem a ver com a meditação?


No momento da degustação eu exercito a atenção plena. Essa atenção focada, não me permite estar com os pensamentos soltos, preocupada com o passado ou com medo do futuro. Preciso estar totalmente centrada.


A concentração aumenta nossa capacidade de gerenciar o estresse e a ansiedade além de acalmar a mente.


Na meditação também precisamos treinar a mente para focar no momento presente, aqui e agora! E foi dessa forma que percebi como meu cérebro deveria se comportar no momento que eu me sentasse para focar minha atenção na xícara de café.


Se você quer meditar com sua bebida favorita (café, chá, vinho, etc.) e não sabe por onde começar, siga essas dicas:


  • Sente-se de maneira confortável em um local em que não será perturbado

  • Feche suavemente os olhos

  • Sirva-se de uma xícara de café ou faça seu chá. Em seguida, leve sua xícara a algum lugar onde possa ficar quieto por alguns minutos. Eu prefiro sentar com minha xícara no escuro ou na penumbra, mas o que funcionar para você está bom.

  • Este é o momento de se reconectar com você mesmo e trazer uma sensação de atenção plena para o seu dia.

  • Agora, tome um gole do seu café. Sinta o calor em sua boca. Mantenha-o ali por um minuto para permitir que suas papilas gustativas registrem o sabor. Engula e sinta o calor descer pela garganta e chegar à barriga. Sinta-se acomodando-se em sua cadeira. Faça algumas respirações profundas. Agora tome outro gole.

  • Se você se distrair e começar a se preocupar com tudo o que tem de fazer hoje, volte ao seu café. Segure o copo embaixo do nariz e inspire. Sinta o vapor em seu rosto. Tome outro gole. Respirar. Deixe de lado seus pensamentos. Aproveite o momento.

  • Enquanto continua sentado para tomar seu café, tome consciência de todas as sensações que sente. Perceba o calor em sua mão, onde você está segurando sua xícara. Aprecie o sabor do seu café enquanto inspira e expira. Tome outro gole.

  • Cada vez que você perceber que sua mente está divagando, volte ao seu café. Tome mais um gole e preste atenção na experiência. Sinta-se tornando-se centrado e ancorado no momento presente. Sinta sua pulsação desacelerando, seu corpo acordando de uma forma suave e calmante. Reconheça o presente que está se dando para não começar o dia com pressa e frenético.


Quando reservamos um tempo para ficar parados por apenas alguns minutos todos os dias, estamos oferecendo a nosso sistema nervoso tempo para se desenrolar. Estamos enviando a mensagem ao nosso cérebro de que não há problema em não fazer nada por alguns minutos.


Este exercício muito simples usa algo que você faz todos os dias para trazer mais atenção plena à sua vida. Você está meditando sem transformar isso em uma obrigação. Você entrará no seu dia mais calmo, mais centrado, mais relaxado.


Agora, termine sua meditação do café com uma intenção e um desejo para você e todos os seres.


Você pode usar uma oração, um mantra ou uma afirmação positiva. O que quer que você use, certifique-se de definir sua intenção de manter esse estado consciente com você em seu dia para beneficiar a si mesmo e aos outros. Você ficará feliz por ter se dado o tempo.



Boa meditação e bom café!


335 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page