top of page
  • Foto do escritorNathalia Morgana

Sequência de Yoga para Solstício de Verão

Essas posturas edificantes e equilibradas são perfeitas para homenagear o dia mais longo e leve do ano.


O solstício de verão marca o dia mais longo e claro do ano, e as condições de temperatura são perfeitas para que a natureza desabroche em plena floração.


Como Yogis, também podemos usar a energia da estação para nos ajudar a florescer. Você pode se sentir energizado e mais extrovertido com o verão. Faz sentido, pois os dias mais longos nos dão aquele impulso extra de criatividade e inspiração. Há uma sensação de alegria no ar. Assim como a Mãe Terra, estamos nos sentindo “no auge” durante esses meses. É o momento ideal para brincar lá fora, aproveitar o ar fresco e agradecer por tudo o que recebemos.


Sem dúvida há algo especial no verão e esta sequência de Yoga pode te ajudar a entrar no espírito do Solstício e homenagear a Mãe Terra. Recomendamos levar essa prática para a natureza para uma conexão ainda mais profunda.


Uma sequência de Yoga para o solstício de verão:


Sukhasana, variação (postura fácil com Surya Mudra)

Comece em uma posição sentada confortável em seu tapete ou em uma cadeira. Crie o mudra unindo o dedo anelar em direção à base do polegar. Em seguida, pegue o polegar e coloque-o no dedo anelar. Certifique-se de que a ponta do dedo anular toca a base do polegar e aplique um pouco de pressão suave nesses pontos. Mantenha o dedo mínimo, o dedo médio e o dedo indicador estendidos. Continue a respirar fundo enquanto mantém o gesto. Observe a temperatura do seu corpo enquanto aprofunda a respiração. Você pode ficar aqui de 10 a 45 minutos.


Repita esse mantra simples para se conectar com o sol, em voz alta ou internamente:

Om suryaya namaha


Baddha Konasana (postura do ângulo fechado)


A partir da sua posição sentada, junte as solas dos pés e aproxime os pés da virilha permitindo que os joelhos se soltem para os lados. Segure bem firma os pés juntos. Inspire e cresça a coluna. Ao expirar, faça a flexão do quadril inclinando o tronco para a frente e para baixo, mantenha a coluna alongada e aproxime o coração em direção aos pés. Faça de 5 a 10 respirações profundas enquanto libera a tensão ao redor da parte interna do quadril e da virilha. Tente manter os ombros relaxados, relaxe a cabeça e pescoço e não segure tensão no quadril.


Utkata Konasana (Postura da Deusa)

Fique de pé e vire para o lado, de frente para a ponta longa do tapete. Deixe os pés afastados, com o calcanhar para dentro e os dedos apontados em um ângulo de 45 graus. Dobre os joelhos, guiando-os sobre o centro dos pés. Dobre os cotovelos para criar um ângulo de 90 graus e una o polegar e o dedo indicador, deixando todos os outros dedos estendidos. Repita esses movimentos no mesmo ritmo da respiração por cinco ciclos de respiração. Volte para Tadasana.


Vrksasana (postura da árvore)

De Tadasana, volte a ficar de frente para o tapete. Distribua seu peso uniformemente pelos dois pés e encontre um olhar firme para a frente. Transfira o peso para o pé direito. Coloque a sola do pé esquerdo apoiada no tornozelo direito, na canela ou na parte interna da coxa. Para um desafio, você pode criar uma variação da perna Half Lotus Pose: Desenhe o calcanhar esquerdo na dobra do quadril direito, deixando o joelho cair de frente para o chão. Junte as palmas das mãos no centro do coração. Tome 5 respirações constantes aqui. Lembre-se: é sempre bom cair e encontrar o caminho de volta para qualquer pose. Solte lentamente antes de repetir no segundo lado.


Viparita Karani, variação (postura das pernas para cima na parede)

Você precisará de um bloco, reforço ou travesseiro para essa postura. Deite de barriga pra cima. Solte as costas com os pés no chão e os joelhos para cima. Pegue seu bloco e levante o quadril do chão. Coloque o bloco no nível mais baixo na base do sacro, onde o cóccix encontra o quadril. Leve os joelhos em direção ao peito e, em seguida, estenda as pernas, levantando os calcanhares em direção ao céu. Para uma versão mais confortável, você também pode fazer essa postura na parede. Faça 10 a 15 respirações profundas aqui. Solte os joelhos de volta ao peito. Traga os pés de volta ao chão e remova o suporte de baixo de você.


Savasana (postura do cadáver)

Deite-se de costas. Solte os braços ao lado do corpo e afaste os pés na largura do seu tapete. Deixe todos os seus membros ficarem pesados ​​e relaxe a respiração. Relaxe e descanse por 4 a 10 minutos.

72 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page