top of page
  • Foto do escritorNathalia Morgana

Yoga e Alimentação: Guia completo para iniciantes

Praticamos Yoga para acalmar a mente. A comida que você ingere tem o potencial de ajudar nesse processo ou pode ter um efeito oposto e aumentar a frequência de pensamentos negativos em sua mente. A principal razão para seguir uma dieta Yógica é que ela promove a cura, o equilíbrio e a paz interior.

alimentos frescos e naturais do ayurveda

A dieta Yogi enfatiza o consumo de alimentos naturais e não processados ​​que promovem a saúde espiritual, mental e física e se alinha com a filosofia do Yoga. Baseia-se principalmente nos princípios do Yoga de ahimsa, sattva e saucha, e também nos princípios do Ayurveda.

 

  • Ahimsa é comumente traduzido como não-violência. Ahimsa é a ideia de que todos os seres vivos estão conectados e que o mundo seria um lugar melhor se não prejudicasse os seres vivos. A maneira mais óbvia de não causar danos é reduzir ou eliminar o consumo de carne e laticínios.

  • Sattva é um estado de equanimidade que as práticas de Yoga visam cultivar. Uma dieta abundante em alimentos sáttvicos promoverá um coração calmo e uma mente clara. Os alimentos sáttvicos são geralmente vegetais frescos, grãos e feijões integrais, ervas curativas suaves e outras frutas e vegetais levemente doces.

  • Saucha é a prática da pureza e limpeza. Uma das maneiras mais simples de promover a saucha é remover ou reduzir as impurezas do corpo comendo apenas alimentos orgânicos e naturais, que não sejam industrializados e livres de produtos químicos.



Como seguir uma dieta Yógica

Começar e aderir a uma dieta baseada no Yoga certamente pode ser um desafio. É melhor ir devagar e facilitar o seu caminho. Comece com apenas uma ou duas alterações e veja como você se sente. Explore lentamente e adicione mais alterações que puder. Mais importante ainda, certifique-se de que essas mudanças não criem estresse ou desequilíbrio em sua vida.

 

Seguindo uma dieta Yógica


1.Coma alimentos frescos e sazonais

Uma dieta de Yoga consiste em alimentos integrais, frescos e sazonais e alimentos orgânicos cultivados localmente, e o mais próximo possível de seu estado natural. Tente cultivar seus próprios vegetais em uma horta ou recipiente, faça compras em mercados de agricultores ou compre diretamente de agricultores locais. Compre produtos frescos da estação e evite itens processados ​​e embalados, mesmo que sejam orgânicos. Alimentos estragados e produtos enlatados também devem ser evitados.


2. Evite produtos químicos e estimulantes

Estamos expostos a substâncias químicas em quase todos os lugares – no ar, na água e especialmente na comida lixo que consumimos. Um dos objetivos do Hatha Yoga é purificar os corpos físico e energético. Assim, é incentivada a redução ou eliminação de produtos químicos e estimulantes. Sempre que possível, evite alimentos processados, adoçantes artificiais, cafeína, álcool e tabaco para avançar em direção a um estilo de vida mais saudável e criar pureza no corpo e na mente.


3. Coma em intervalos regulares e deixe espaço entre as refeições.

Exceto na primeira refeição do dia, é importante reservar pelo menos cinco horas entre as refeições. Isso permite que seu sistema faça a digestão completa da sua última refeição. Quando você come em intervalos regulares, suas refeições terão um sabor melhor e você terá menos probabilidade de comer demais. Seria melhor se você comesse apenas quando estiver realmente com fome e não por causa do estresse ou do tédio.


4. Não coma antes de praticar Yoga e nem antes de dormir.

Praticar com o estômago cheio pode gerar desconforto durante os asanas (posturas) e dormir com o estômago cheio pode provocar refluxo. Por isso é importante manter as refeições pequenas e leves. Também é importante não comer nada pelo menos duas horas antes das sessões de Yoga.


5. Faça do almoço a maior refeição do dia

A teoria ayurvédica afirma que o fogo digestivo é mais forte ao meio-dia e incentiva que a maior refeição seja consumida na hora do almoço. Vegetais crus e proteínas de difícil digestão são mais adequados para a refeição do almoço de um Yogi. Pequenas quantidades de gorduras devem vir de fontes saudáveis, como nozes, sementes e azeite prensado a frio ou óleo de cártamo com alto teor oleico .


6. Coma principalmente alimentos cozidos no jantar

As recomendações da dieta Yógica incentivam a ingestão de um jantar cozido porque é mais fácil de digerir. O corpo digere os alimentos cozidos com muito mais facilidade, o que permite uma absorção mais rápida e permite descansar mais após uma refeição. Tente comer o máximo de vegetais cozidos no jantar. Incorpore sopas, caldos ou cremos, como cenoura, batata doce, inhame, abóbora e beterraba.


7. Priorize ervas e especiarias curativas

Uma dieta baseado no Yoga e Ayurveda enfatiza ervas e especiarias curativas, como açafrão , cardamomo, canela, gengibre, erva-doce, hortelã, manjericão, cominho, salsa, coentro e pimenta preta. Essas especiarias oferecem muitos benefícios ao corpo, incluindo ajudar na digestão, alcalinizar o sangue, aumentar o humor, reduzir a ansiedade e promover a limpeza e a cura. Você também pode usar alguns deles em chás de ervas. Embora você possa comprar sache de chá com misturas de ervas, fazer seus próprios chás de ervas mergulhando ervas frescas ou secas em água quente pode fornecer uma infusão mais potente e personalizada. Evite pimentas, como jalapenos ou pimenta caiena, como eles podem ser muito estimulantes para o corpo e perturbar o estado de calma e equilíbrio que o yoga pretende alcançar. Opte por temperos mais suaves, como páprica ou pimenta do reino, para adicionar sabor sem sobrecarregar o organismo.


8. Coma com atenção plena e com uma atitude positiva.

Sua atitude em relação à comida é mais importante do que a comida em si. No nosso mundo acelerado, é difícil pensar na comida em termos de uma prática espiritual. É por isso que o Yoga ensina que comer deve ser um ato de amor e gratidão; você está recebendo sustento da Mãe Terra e deve honrar isso.


A alimentação consciente pode ajudá-lo a evitar comer compulsivamente, ajudando você a se concentrar nas coisas pelas quais você é grato. Ao desenvolver paz de espírito em relação à comida, você pode começar a aprender como comer com atenção, controlar o quanto come e entender o que seu corpo precisa para manter o equilíbrio e a saúde. Estar atento ao que você come pode levar à perda de peso, a um coração mais saudável, a uma mente calma e a uma vida mais longa.

 

9. Considere o jejum

O conceito de jejum deve ser considerado no contexto do Yoga. O jejum é a prática de abster-se de comida e/ou bebida por um período de tempo. O objetivo do jejum é limpar o corpo, buscar um objetivo espiritual ou expressar devoção a uma divindade escolhida. Os diferentes métodos de jejum também variam em seus requisitos – desde a abstinência de todos os alimentos e líquidos até a abstinência de apenas alguns alimentos, por exemplo. O jejum não é recomendado para quem tem má digestão ou tendência ao ganho de peso. Jejuar por mais de alguns dias não é recomendado, pois coloca estresse excessivo nos sistemas do seu corpo.


Benefícios de comer como um Yogi

Os benefícios para a saúde da adoção de uma dieta Yógica são numerosos e abrangentes. Esta dieta não se trata apenas do que você come, mas também de como você come e das escolhas gerais de estilo de vida que você faz. Seguindo os princípios da dieta do Yoga, você pode experimentar um melhor bem-estar físico, mental e espiritual. Aqui estão alguns dos principais benefícios:


  • Maior energia e vitalidade

Uma dieta Yógica enfatiza alimentos frescos e integrais, repletos de nutrientes essenciais. Ao nutrir seu corpo com alimentos saudáveis ​​à base de plantas, você promove um fluxo equilibrado de prana ou energia vital, aumenta seus níveis de energia e aumenta sua vitalidade. Isso pode resultar em aumento de produtividade, melhor foco e uma maior sensação de bem-estar geral.


  • Digestão melhorada

A dieta do Yoga promove alimentos de fácil digestão e ricos em fibras. Isso pode ajudar a aliviar problemas digestivos, como inchaço, prisão de ventre e indigestão. A incorporação de alimentos como frutas, vegetais, grãos integrais e legumes pode promover um intestino saudável e garantir uma digestão suave.


  • Controle de peso

Seguir uma dieta Yógica pode ser uma maneira eficaz de controlar seu peso. Esta dieta incentiva o consumo de alimentos ricos em nutrientes, evitando opções processadas e pouco saudáveis. Ao focar em uma ingestão equilibrada de frutas, vegetais, grãos integrais e proteínas vegetais, você pode manter um peso saudável e prevenir problemas relacionados ao peso.


  • Desintoxicação

Uma dieta baseada em vegetais enfatiza o consumo de alimentos puros, naturais e livres de toxinas. Ao eliminar alimentos processados, ingredientes artificiais e aditivos químicos, o corpo pode passar por um processo natural de desintoxicação. Isso ajuda na limpeza do sistema digestivo e na remoção de toxinas acumuladas no corpo.


  • Paz interior

A dieta do Yoga incentiva o consumo de alimentos sáttvicos, que se acredita promoverem a paz e a harmonia interiores. Os alimentos sáttvicos são conhecidos por sua pureza e leveza e incluem frutas e vegetais frescos, grãos integrais, nozes, sementes e chás de ervas. Acredita-se que esses alimentos tenham um efeito calmante na mente e promovam clareza e concentração, tornando-os ideais para quem busca aprimorar suas práticas de meditação e Yoga.

43 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page