top of page
  • Foto do escritorNathalia Morgana

O que são Niyamas

Atualizado: 18 de jan. de 2023

Uma boa maneira de pensar sobre os cinco Niyamas é enquadrá-los como observâncias que você, como praticante de Yoga, assume para otimizar sua prática. Às vezes, os niyamas são chamados de lista de "o que fazer" (em oposição à lista do que "não fazer" que compreende os Yamas). Os Yamas são como as diretrizes morais e éticas de como o Yogi age idealmente na sociedade e no relacionamento com os outros, e os niyamas como o Yogi trata a si mesmo.


Niyama é o termo sânscrito para um dever, disciplina ou observância recomendado pela filosofia e ensino da Yoga como parte do caminho para a auto realização. Nos Yoga Sutras de Patanjali, ele descreve cinco niyamas como parte do segundo ramo do Yoga.

Todos esses niyamas são práticas que podem ser consideradas disciplinas internas. Eles são uma forma de aplicar os códigos de ética da Yoga à própria mente, corpo e espírito do aluno, ajudando a criar um ambiente positivo internamente.

Praticar os niyamas dá ao Yogi a força interior, clareza e disciplina de que ele precisa para progredir em sua jornada espiritual.


Oito membros do Yoga segundo Patanjali
Espiral girando no sentido horário representando a evolução no caminho óctuplo do Yoga

No caminho de oito membros do Yoga, conforme descrito por Patanjali, os cinco niyamas são listados a seguir:


  1. Saucha: purificação, limpeza e clareza da mente, comunicação e corpo físico. Isso reconhece que o ambiente externo do Yogi afeta sua pureza interna. Práticas como meditação podem ajudar a cultivar a pureza da mente especificada por saucha.

  2. Santosha: contentamento e aceitação do mundo, de si mesmo e das circunstâncias exatamente como são. Isso significa abrir mão dos desejos pelo que não se tem. Fazer isso é dito para acabar com o sofrimento.

  3. Tapas: ascetismo ou autodisciplina intensa e força de vontade, mesmo no desconforto. Isso reconhece a necessidade de, às vezes, fazer o que é difícil ou desagradável para ter um efeito positivo na vida e na existência de alguém.

  4. Svadhyaha: estudo de si mesmo e a prática da autorreflexão. Isso pode incluir o uso das escrituras ou textos sagrados como uma ferramenta de introspecção. Significa ver quem somos no momento, bem como explorar nossa conexão com o Divino.

  5. Ishvara Pranidhana: rendição e contemplação do Divino ou Ser Supremo. Isso inclui dedicar e devotar o trabalho a um poder superior e dissolver os desejos centrados no ego.

281 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page