top of page
  • Foto do escritorNathalia Morgana

5 Técnicas de Meditação para Iniciantes

Neste mundo caótico, onde a cultura não dá um minuto de descanso, a sociedade exige que sejamos produtivos o tempo todo para acompanhar as crescentes demandas e expectativas. Mas às vezes não fazer nada é a coisa mais produtiva que você pode fazer para o seu bem-estar mental. Porém, com o passar do tempo, encontrar momentos de tranquilidade se tornou mais difícil do que nunca. A linha entre trabalho e vida está desaparecendo, tornando ainda mais importante encontrar o equilíbrio certo entre ambos. Meditação como prática diária pode te ajudar a fazer isso, bem como a alcançar paz interior e atenção plena. Mesmo que começar a jornada de meditação não seja tão complicado, isso pode te deixar sobrecarregada e ansiosa, se você for iniciante.


mulher sentada no tapete da sala de estar em postura meditativa

O texto de hoje tem como objetivo desmistificar o mundo da meditação, apresentando cinco práticas de meditação fáceis, acessíveis e supereficazes que podem ser facilmente inseridas no seu dia a dia. Além disso, você não precisa de aplicativos para praticar essas meditações!


1- Meditações respiratórias

Uma das formas mais simples, mas mais eficazes e amplamente praticadas, é a meditação focada na respiração. Meditação e respiração podem tornar a mente mais aguçada. Tem vários benefícios cognitivos, como maior foco, menos distração, melhores níveis de concentração, mais emoções positivas, menos reatividade emocional e muito mais. Como iniciante, esta é a melhor maneira de começar. Tudo o que você precisa fazer é encontrar uma forma confortável para se sentar, fechar os olhos e direcionar a atenção para a respiração. Inspire profundamente pelo nariz, sentindo a respiração encher seus pulmões, depois expire lentamente pelo nariz também. O objetivo desta meditação é torná-lo consciente do presente, usando a respiração como objeto de foco. Aumente gradualmente a duração da prática à medida que você se sentir mais confortável com esta prática fundamental.


2- Meditações andando

Há uma longa lista de benefícios de caminhar diariamente. Integrar a caminhada com a meditação trará benefícios adicionais, especialmente para aqueles que acham difícil ficar sentado imóvel. Então, da próxima vez que você fizer uma meditação, transforme-a em uma meditação andando. Muitas vezes temos pensamentos aleatórios em nossas cabeças. Uma meditação andando visa focar em todos os cinco sentidos e no ambiente ao seu redor, eliminando as distrações da mente. Para isso, você precisa encontrar um espaço tranquilo e caminhar em um ritmo lento e deliberado. Você pode coordenar seus passos com a respiração, prestando atenção em cada movimento. Estar ciente da velocidade da sua respiração o ajudará a permanecer conectado ao presente, incentivando uma conexão entre mente e corpo. Ou você pode caminhar contando os passos.


3- Meditações de atenção plena (Mindfulness)

Estudos mostraram que meditação consciente ajuda as pessoas a aliviar os sintomas de ansiedade daqueles com transtorno de ansiedade generalizada, com a possibilidade até de alterar o cérebro em pacientes deprimidos. A meditação mindfulness é um processo de observar seus pensamentos e sensações sem julgamento. Então, o primeiro passo é encontrar um lugar calmo para sentar-se confortavelmente, onde você não será interrompido, e começar trazendo sua atenção para o momento presente. Observe seus pensamentos conforme eles vêm e vão sem apego. Esta prática vai promover uma sensação de clareza, aceitação e consciência.


4- Meditações de foco

Na meditação focada, você deve direcionar sua atenção para um ponto, objeto ou pensamento específico. Isso pode envolver olhar para a chama de uma vela, visualizar uma cena serena ou concentrar-se em uma ideia específica. O objetivo aqui é treinar a mente para se concentrar melhor e ter clareza mental. Como você é iniciante, pode experimentar diferentes pontos focais para descobrir o que melhor se adapta às suas preferências. Eu gosto muito de olhar para a chama da vela, gosto de contemplar um por do sol ou ver a chuva caindo lá fora. Você pode usar ainda uma imagem, uma arte ou pintura.


5- Bondade amorosa ou meditação Metta

Num mundo onde gostamos de culpar os outros ou a nós mesmos por qualquer coisa que dê errado, esta meditação pode ser desafiadora. A meditação da Bondade Amorosa, ou Metta, envolve gerar sentimentos de compaixão e boa vontade para consigo mesmo e para com os outros. Você pode começar sendo gentil consigo mesmo e direcionando pensamentos positivos e intenções em relação a si mesmo e, gradualmente, estenda esses sentimentos a entes queridos, conhecidos e até mesmo àqueles com quem você possa ter conflitos. Esta prática não só promoverá o bem-estar emocional, mas também aumentará os sentimentos de conexão e empatia. Como iniciante, comece com sessões curtas e expanda gradualmente o círculo de bondade amorosa para abranger uma gama mais ampla de indivíduos.


Conclusão

Embora iniciar a jornada de meditação como iniciante possa ser cansativo com uma infinidade de opções disponíveis, a chave está em explorar várias práticas para encontrar o que se alinha com suas preferências. Quer você escolha a simplicidade da meditação respiratória, o movimento da meditação andando ou a compaixão da meditação da bondade amorosa, os benefícios de uma prática consistente são verdadeiramente profundos.

33 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Hot Yoga

bottom of page