top of page
  • Foto do escritorNathalia Morgana

Yoga Shala

Atualizado: 16 de fev. de 2021

Antes de explicar o que é um Yoga Shala e a diferença de um Shala para um Studio, quero contar sobre como cheguei ao projeto do meu próprio Shala.


Aprendi que Yoga é para todos. Mas como cada ser é único, sempre acreditei que a prática também deveria ser única. Por isso, quando comecei a dar aulas de Yoga foquei nas aulas particulares e personalizadas.


Com o tempo percebi que, como Yoga significa união, alguns de meus alunos buscavam um tipo de interação (união) com suas comunidades. Iniciei, então, minhas aulas para pequenos grupo em condomínios para que os alunos se relacionassem mais com seus vizinhos e também comecei a dar aulas no Parque Ibirapuera, sem deixar de lado as aulas personalizadas e a instrução individualizada, mesmo em grupo.


Mas enfrentei alguns desafios: no parque, por exemplo, eu dependia muito do clima estar bom, e como estou na terra da garoa era fácil amanhecer um dia chuvoso e as aulas precisavam ser canceladas.


Já nos condomínios o desfaio era o barulho e a circulação das outras pessoas. Além disso, alguns síndicos não permitiam usar espaços mais reservados e silenciosos.


Comecei a sentir a necessidade de ter um local especial para levar os alunos, onde eu pudesse acolhê-los e proporcionar uma experiência completa de Yoga.


Nasceu então o desejo de criar um Yoga Shala.


Por que um Shala?


Diferentemente de uma academia ou Studio onde o ambiente é mais comercial e as aulas são mais mecânicas, eu idealizava um local diferente e especial que entregasse uma experiência diferente para os alunos. Eu quero ensinar Yoga e não somente "posturas de Yoga". Por isso, o Shala!


Shala é uma palavra sânscrita que significa "lar, morada". Um Yoga Shala, portanto, é uma “casa de Yoga” onde o Yoga é compartilhado e experimentado. É um local de encontro para praticar, compartilhar, experimentar, trabalhar seu eu interior e crescer. É um espaço sagrado, aconchegante e acolhedor como se fosse uma casa.


Em nosso Yoga Shala o clima é intimista e os encontros acontecerão como se fôssemos uma família. As aulas continuam sendo personalizadas, particular ou em grupo. No caso desse último, as instruções são individualizadas e o grupo pequeno.


No instagram @nathaliamorgana.yoga compartilho todo o processo desde a ideia passando pelo projeto no papel e finalmente se tornando real.


Quem me ajudou a tornar a ideia real foi a arquiteta e consultora de imagem Thais Gagliardi que conseguiu traduzir no projeto tudo que eu imaginava: um Shala que seria a extensão do nosso ser, pensada sobre o ser e para o ser. Ela soube, como ninguém, colocar no projeto nossa busca por nós mesmo, nossa evolução e a conexão com nosso eu interior. Ela também trouxe para o Shala elementos naturais e a natureza, cores afetivas, símbolos de busca e reconexão com nossa verdadeira essência.


Abaixo, fiz um quadro comparativo entre Shala e Studio:



E por fim, um studio é um local de negócios, eles estão lá para servi-lo e, como subproduto, podem atender aos nossos egos. Um shala não atenderá seu ego. Lá, você será encorajado a desapegar do seu ego, ou se você for grosseiro ou se comporta mal, pode ser instruído a sair.


Apenas um forte desejo de aprender nos impede de desistir do processo de aprendizagem. 

375 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page