top of page
  • Foto do escritorNathalia Morgana

Relato pessoal - 60 dias de Quarentena

Atualizado: 16 de fev. de 2021

Dia 23 de Maio completaremos 60 dias em Quarentena. Aqui está o meu relado.



Comecei o mês de março com vários projetos no gatilho, um contrato de aluguel para um Studio de Yoga, uma reforma, um retiro no final de Março, outro em Maio. De repente tive que mudar todos os planos. Isso me causou uma certa ansiedade. Tive que cancelar os retiros e devolver todo o dinheiro arrecado. Dinheiro esse que já estava comprometido para a reforma do novo espaço de Yoga. Tive minha entrada restringida em condomínios onde dava aulas, tive alunos cancelando as aulas. Foi um caos. Mas respirei, meditei e pensei: Ok, hora de desacelerar e descansar um pouco.


Mas descansar foi o que eu menos fiz nesses últimos dias. Minha incrível comunidade de alunos me incentivou a continuar com nossas aulas, porém de forma online. Está sendo uma bela experiência poder manter contato com eles em um momento de isolamento social. Não sei se eles fazem ideia do quanto nossos encontros online para as aulas me ajudaram a manter minha mente sã e o pensamento positivo.


Estou aproveitando o tempo vago para reorganizar e redefinir os próximos projetos com toda a calma e planejamento necessários, para que tenham um impacto maior e sejam ainda mais incríveis para quem estiver comigo.


Todos os planos mudaram, e sei que com você não foi diferente. Isso nos mostra a impermanência das coisas. Tudo é impermanente, tanto as coisas boas quanto as ruins. Não é errado fazer planos, o errado é criar expectativa e ser inflexível para aceitar a impermanência.


A inflexibilidade para aceitar a impermanência, não saber lidar com contratempos, querer tudo do seu jeito... isso sim fará você sofrer. Portanto no Yoga ao trabalhar a flexibilidade do corpo, trabalhamos também a flexibilidade da mente. A permanência nas posturas nos ensina a ser resilientes e ter a certeza de que a permanência é temporária. Assim como tudo na vida. A respiração profunda e suave em cada postura desafiadora nos ensina a manter a calma nas situações desafiadoras da vida também.


Mas ficar em casa pode ser assustador.

A partir do momento que você não pôde mais sair para praticar Yoga, visitar suas lojas favoritas, ir trabalhar ou passar tempo com seus amigos como de costume, você precisou enfrentar a lista de tarefas que você sempre deixava para depois, para quando você tivesse mais tempo. Agora nós temos tempo de sobra. Mas, mais assustador que isso é ficar cara a cara consigo mesmo, com seus pensamentos, sentimentos e emoções. Muitos de nós não temos intimidade conosco mesmos. E isso torna a solidão esmagadora.


Tente se observar, ser mais compreensivo e ter compaixão consigo mesmo. Tente se amar e se perdoar. A mente pode ser sua melhor amiga ou sua pior inimiga. Medite para se conhecer melhor. Abra o corpo e a mente para acolher o momento presente.


Aproveite seu tempo em casa. Somos humanos, não máquinas. Produtividade e negócios não são tudo. Permita-se tempo para processar o que quer que esteja sentindo e transformar os sentimentos em energia criativa.


78 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Yorumlar

Yorumlar Yüklenemedi
Teknik bir sorun oluştu. Yeniden bağlanmayı veya sayfayı yenilemeyi deneyin.
bottom of page