top of page
  • Foto do escritorNathalia Morgana

Savasana e o Outono

Atualizado: 15 de fev. de 2021

O OUTONO

No outono a natureza nos mostra mais uma vez a beleza de sua sabedoria: é preciso entrega, é preciso deixar ir o que não serve mais, para proteger o que é mais importante. O que a princípio pode parecer uma perda é na verdade um ganho: se as árvores não deixassem as folhas caírem, não sobreviveriam à próxima estação. As folhas se queimariam com o frio do inverno e, assim, os ciclos de respiração da árvore se findariam bruscamente, o que resultaria no fim da vida. Passamos por vários outonos em nossas vidas, onde também precisamos exercitar o desapego, a mudança, a renovação.


O SAVASANA

Savasana é a postura que se faz ao final da prática de Yoga porque é quando já terminamos as demais posturas. É o momento do relaxamento. A palavra "shava" em sânscrito significa cadáver e o termo "asana" significa pose. Portanto, o propósito do savasana não é apenas “relaxar”, mas sim “morrer” simbolicamente ou deixar o mundo à sua volta - mesmo que seja por um breve momento.


Outono x Savasana – O desapego, o renascer


A intenção de praticar Yoga é a desidentificação do ego, é a transcendência. Todos nós saímos de uma aula de Yoga diferente de quando chegamos. E terminar a aula de yoga com um savasana simboliza bem isso.


Apesar de ser simples sua execução, é preciso entrega.


Entregando-se à quietude e à calma, o corpo e a mente têm que desapegar de qualquer preconceito e começar a reconstruir. Savasana nos dá a oportunidade de absorver os benefícios da prática no corpo. Prepara o corpo e a mente para “renascerem” usando os benefícios da nossa prática no nosso dia-a-dia.


No entanto, as lições que aprendemos em savasana também melhoram nossa prática, à medida que aprendemos a entregar a mente e o corpo, também trazemos uma sensação de rendição ao resto de nossa prática. O objetivo do savasana é o desapego, deixar ir, render-se, entregar-se a uma série de pequenas mortes: dos preconceitos, do pré-concebido, do ego, do medo, da separação.


Quando saímos do savasana (postura do cadáver - simbolizando a morte), nós rolamos para um dos lados em posição fetal (simbolizando uma criança no ventre - no ventre da mãe terra). Essa posição fetal nos proporciona um momento para sentir os efeitos físicos de sermos renascidos. E só então você desperta devagar e volta a se sentar. Entramos no mundo com uma visão renovada de nós mesmos e do mundo ao nosso redor.


Savasana é a arte de praticar a morte de nossos condicionamentos dia após dia.

Termino a maioria das minhas aulas com um gostoso e relaxante Savasana.


No momento que terminamos a prática, você é um novo você. Não precisamos morrer de verdade para provocar mudanças significativas nas nossas vidas. Esse renascer pode acontecer agora mesmo. Renasça e se reinvente todos os dias. Aproveite essa estação para refletir sobre o que você precisa deixar ir para começar a prosperar e alcançar seus sonhos.


Namastê!

269 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page