top of page
  • Foto do escritorNathalia Morgana

4 livros de Yoga que você deve ler

Atualizado: 16 de fev. de 2021

Muitos amigos, alunos e seguidores me pedem indicação de livros sobre Yoga seja para se aprofundar nos ensinamentos, seja para entender mais a filosofia e estilo de vida de um Yogi. No meu Instagram @nathaliamorgana.yoga você encontra nos "destaques" a seção Yoga com Café onde posto todos os livros que leio. Mas vou deixar aqui uma lista de 4 livros imprescindíveis que TODO Yogi deveria ler pelo menos 1x na vida. Digo isso, pois são livros que você vai ler, reler e treler e sempre aprenderá algo novo.


Autobiografia de um Yogi - Paramahansa Yogananda


É um livro leve de se ler e, apesar de ser uma biografia, é um clássico da espiritualidade. Foi escrito há 60 anos, mas as lições aprendidas no livro são atuais e atemporais. Yogananda conta sobre sua missão de levar o Yoga ao ocidente em uma linguagem acessível. Além disso ele traça um paralelo ligando as escrituras e tradições hindus com os evangelhos cristãos. Ele é considerado o Pai do Yoga no ocidente. O livro é um verdadeiro portal para conhecer a Índia e a sabedoria da Ciência do Yoga. Independente de sua religião, ou independente se você pratica ou não Yoga, acredito que esse é um livro que deve ser lido por todos. Steve Jobs tinha esse livro em sua cabeceira e relia a cada ano. Em sua cerimônia póstuma Steve deixou preparado um presente para todos os convidados. Dentro da caixa estava uma cópia deste livro.



Bhagavad Gita


A Bhagavad Gita é indicada para aqueles que ainda não fazem ideia do que é Yoga pois é um livro considerado um verdadeiro tratado de Yoga, tão valioso quanto os Yoga Sutras, de Patanjali. A Bhagavad Gita é o episódio mais famoso do grande épico indiano, o Mahabharata. A Bhagavad-gita é uma conversa entre o Deus Krishna, e seu devoto, Arjuna. A conversa se dá no início da Batalha de Kurukshetra, no dia 22 de novembro, 3027 AC. No livro encontramos respostas para as questões fundamentais da vida. É um guia prático para vencer a ansiedade, medo e depressão. Você encontra várias versões comentadas e explicadas e por ser fã de Yogananda, eu indico fortemente o Bhagavad Gita comentado por ele. Outra versão que gosto muito é o da editora Pensamento.



Yoga Sutras de Patanjali


Se o Bhagavad Gita é indicado para aqueles que ainda estão perdidos no mundo do Yoga, os Yoga sutras são para aqueles que já tem uma ideia do que é Yoga. Ninguém sabe ao certo quem foi Patanjali e em que época exatamente ele viveu. Não se sabe também se Patanjali foi uma única pessoa ou várias pessoas com o mesmo codinome. O que sabemos é que o Yoga Sutras é a primeira compilação dos tratados de Yoga em uma época que a essência do Yoga estava se perdendo. Estima-se que foi escrito entre 200 a.c. e 400 d.c. Patanjali reúne nos sutras (aforismos) a teoria e a prática de yoga, descrevendo a ética dentro do sistema, meditação e técnicas de forma sucinta e clara sem ambiguidade. A leitura dos Sutras pelos estudantes de Yoga se comparam a nível de importância com a leitura do Evangelho para os cristãos.



A essência do Hatha Yoga – Alícia Souto


Para aqueles que querem se aprofundar no Hatha Yoga, este é um dos melhores livros em português. Alícia Souto traz para os interessados sobre Hatha Yoga muita informação, e mostra como discernir entre o que é moderno e o que pertence à tradição. BÔNUS: A autora também compila em seu livro 3 das 4 maiores obras pós-clássicas do Yoga: Hatha Pradipika, Gheranda Samhita e Goraksha Shataka. Estes são textos importantíssimos que só eram acessíveis em alguns idiomas até poucos anos atrás.



384 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page