top of page
  • Foto do escritorNathalia Morgana

Medicina tradicional Indiana: Ayurveda

Atualizado: 30 de mai. de 2022

As ciências do Ayurveda e do Yoga são duas faces da mesma moeda. Embora seja benéfico por si só, combinar as duas antigas ciências indianas pode ajudar a realizar seu verdadeiro potencial.


O Ayurveda significa “Ciência da Vida” e nos ensina que a saúde do corpo e da mente pode ser alcançada por meio da autotransformação. Para o Ayurveda a doença começa muito antes da manifestação dos sintomas. A partir do momento que não conseguimos digerir corretamente os alimentos ingeridos, estes se transformam em toxinas e geram os mais variados distúrbios.

Para alcançar o equilíbrio, o tratamento Ayurvédico se utiliza de dieta alimentar, fitoterapia, massagens e Yoga.

A Medicina Ayurveda nos conquista pela sua simplicidade e eficácia como terapia natural, atóxica e de baixo custo. Esse sistema médico é recomendado pela Organização Mundial da Saúde para ser adotado em países em desenvolvimento, onde se faz necessário promover a saúde e torná-la um bem acessível a todos os cidadãos do planeta.

Acredito que combinar os poderes do Yoga e do Ayurveda cria um bem-estar holístico.

No Brasil o Ayurveda chegou a meados dos anos 80 e se desenvolveu principalmente em Goiânia com o Hospital de Medicina Alternativa. Nesta instituição as plantas medicinais brasileiras receberam uma releitura através dos vários médicos indianos que estiveram lá para serem introduzidas nos tratamentos da medicina ayurvédica.


O Ayurveda promove um estado de saúde e vitalidade com total envolvimento do paciente, onde o mesmo, ao tomar conhecimento de seu potencial de cura e equilíbrio, passa a ser um fator determinante de sua própria felicidade e bem-estar.


Para se compreender o conhecimento milenar da Ayurveda bem como obter saúde e bem-estar através de seus tratamentos e terapias, é importante conhecermos seus princípios básicos.


Na visão da Ayurveda, toda a matéria do Universo é constituída por 5 elementos básicos, conhecidos como “Pancha Mahabhutas”: Éter, Ar, Fogo, Água e Terra. Eles representam os estados da matéria.



  • a Terra é o elemento mais denso e representa o estado sólido;

  • a Água, o líquido;

  • o Ar, o gasoso;

  • o Fogo tem o poder de mudar o estado de qualquer substância;

  • o Éter, elemento menos denso é ao mesmo tempo a fonte de todos os outros e o espaço onde eles existem.

Os cinco elementos sempre aparecem combinados de forma inseparável na natureza, variando apenas em suas proporções e conferindo qualidade diferentes a cada substância.

Para a Medicina Ayurveda, nosso corpo reflete o universo, sendo composto também por esses 5 elementos básicos.


  • Do elemento Terra derivam todas as substâncias sólidas como a pele, cabelos, unhas, dentes, ossos, músculos e tendões.

  • A Água é fundamental para o pleno funcionamento de órgãos e tecidos e manifesta-se nos sucos digestivos, nas secreções das glândulas e no sangue.

  • O elemento Ar rege tudo que se movimenta em nosso corpo como o oxigênio da nossa respiração.

  • O Fogo é representado pelo metabolismo e manisfesta-se na temperatura corporal, na digestão, na inteligência e na visão.

  • Os espaços corporais contidos no nariz, boca, aparelho digestório e respiratório, abdome e tórax são manifestações do elemento Éter.

Esta teoria começa a fazer sentido a medida que compreendemos sua ligação entre nós e o meio que nos cerca pois, através dos nossos cinco sentidos, percebemos o mundo e interagimos com ele. Partindo desse conhecimento, a Ayurveda reconhece que cada ser humano possui características que podem variar de acordo com a proporção desses cinco elementos, estabelecendo uma classificação baseada em princípios biológicos ou doshas.


Faça o QUIZ e descubra seu dosha, o elemento predominante na sua constituição corpo-mente.


FONTE: CARNEIRO, Danilo Maciel. Ayurveda: saúde e longevidade na tradição milenar da Índia – Ed. Pensamento. São Paulo. 2009.

332 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page